Loading...

Hackers exploram falha de segurança no Internet Explorer

Uma falha de segurança, até agora desconhecida, presente no Internet Explorer está a ser usada para lançar ataques aos utilizadores deste navegador da Microsoft. A descoberta foi agora divulgada pela empresa de segurança FireEye, que notícia o facto de terem sido detetados ataques através do Internet Explorer 10. Segundo foi apontado, chegou-se mesmo a ser detetado um ataque a um site que se dedica aos veteranos de guerra norte-americanos, onde foi inserido um link que redirecionava os visitantes para uma página maliciosa contendo o código infecioso numa aplicação criada em Flash, da Adobe Systems.

 

O investigador Darien Kindlund da FireEye disse que os invasores provavelmente procuravam informações existentes nos computadores de militares ainda no ativo e de reformados, sendo que a campanha compartilhava algumas das técnicas e infraestruturas que foram atribuídas anteriormente a grupos chineses.

 

Um porta-voz da Microsoft disse que a empresa está ciente dos ataques "com alvo específico" e que está a investigar o sucedido. "Vamos tomar as medidas necessárias para ajudar a proteger os consumidores", disse o porta-voz Scott Whiteaker.

 

Este tipo de falhas acabam por ser armas extremamente importantes para hackers e são vendidas aos investigadores que as descobrem por mais de 50 mil dólares, disseram operadores. Normalmente estas falhas de segurança são compradas por entidades fornecedoras relacionadas com os departamentos de defesa e agências de inteligência de diversos países, contudo existem também casos de grupos hackers que se mostram interessados e que acabam mesmo por comprar o acesso a estas falhas.

 

Fonte: Wintech